Cortina ou persiana: qual é a melhor escolha para a sua janela da sala e a do quarto?

Cortina ou persiana: qual é a melhor escolha para a sua janela da sala e a do quarto?

É momento de adernar dependência e quarto e… Cortina ou persiana? Pode ser que, na sua cabeça, a escolha do que colocar na janela dos cômodos seja puramente plástica, porém não é. A decisão entre cortina e persiana precisa mudar por bases de utilidade, praticidade e conforto, especialmente visto que dependência e quarto são os ambientes da casa mais ocupados pelos habitantes.

Sabendo quais são as dúvidas mais comuns, compilamos as principais diferenças entre os 2 itens, benefícios, desvantagens e, para acabar, damos dicas para não claudicar na escolha da cortina ou da persiana para janela. No final, é apenas adotar o modelo e partir para a instalação!

Compare: cortina x persiana para janela

A diferença é, a princípio, de estilo: por manifestação, a cortina é um acessório mais ancestral, enquanto a persiana empresta um ar moderno ao local. Embora de nenhum dos 2 itens servirem apenas como itens decorativos (eles similarmente cumprem a ofício de ajudar os itens nos cômodos e garantir intimidade, por adágio), é inegável que as cortinas saem na frente quanto ao visual. Em compensação, perdem para persianas no momento em que o argumento é praticidade.

Quem possui crianças ou animais em casa, por adágio, certamente terá um acabado grande de força e dinheiro para preservar cortinas constantemente limpas – averiguado que, aproximadamente constantemente, elas precisam ser enviadas a uma lavanderia para higienização.

Embora disso, ter uma cortina na janela é um excelente ardil para acudir-se um local mais aconchegante (e, até mesmo, um bom truque para permitir a percepção de um dependência mais alto). Por outro lado, quem preza por aconchego pode apostar em persianas automatizadas (não é tão comum para cortinas) e reduzir muito o força de legítimo a chegada da luz na casa.

Na momento de adotar, é fundamental pesar quais qualidades atendem melhor às suas necessidades. Algumas indivíduos optam por cortinas na dependência e, pela agilidade de higienização, elegem persianas para os quartos; outras, apostam no combo persiana + cortina, o que acontece um resultado bem distinto em termos decorativos.

Acerte na escolha da cortina Elas são capazes de ser lisas ou estampadas, de tecidos mais leves ou mais pesados. Para quem quer um visual mais ancestral, é possível conseguir aquele resultado de muito volume ao abrigar uma canhão que tenha cacuri de 40cm mais que o dimensão da janela. As mais longas dão percepção de grandiosidade alinhado e, quanto mais para cima forem instaladas, melhor. Os bases de escolha da ideal para você precisam mudar pela utilidade do coisa, que são:

Nível de cerca da chegada de luz e ar:

Os tecidos mais comuns para cortinas de dependência e quarto são algodão, poliéster, seda, voil e linho – e cada um deles permite a chegada de luz e ar em uma intensidade distinto. É ideal observar o clima dominante e similarmente o consumo do dependência no dia a dia. Tecidos mais finos, como o voil (cortinas translúcidas) deixam o local bem evidente. Caso a ideia seja evitar um pouco a luz, eles são capazes de ser combinados com mais tipos de cortina (até mesmo com modelos de blackout, que são os que mais escurecem o local). Altura e largura da janela: Há tamanhos padrões de cortinas (1,80m, 2,60m e 2,80m), pensados para abafar somente a janela ou se estenderem do varão ao chão.

Caso sua janela não siga uma indicador padrão, você pode adquirir as maiores e ajustar o dimensão de acordo com sua necessidade. Sobre os varões: eles precisam mudar 20cm do dimensão da janela, sendo 10cm para cada lado (para janelas não-padrão, é possível utilizar um conector entre duas peças para fazer uma do dimensão ideal). Além disso, os recomendados para quartos são os de 19mm de diâmetro, enquanto os de 28mm e 32mm são os indicados para dependência por suportarem maior peso. Também sobre as exceções de dimensão: varões até 2m são fixados com 2 suportes; para maiores, adicione um ajuda a cada andamento.

Opte pela persiana correta para você

Persianas se dividem em 2 grandes categorias: as horizontais e as verticais. Dentro deles, há persianas de vários materiais – e alguns deles, até mesmo, são recomendados para usos comerciais e não para usos residenciais.As persianas de fazenda são as que tendem a passar um pouco melhor o conforto acarretado por cortinas, porém perdem um pouco no condição agilidade de higienização (no caso delas, nem sequer constantemente um estofo para levar o pó funciona tão bem). Além disso, persianas são produzidas em tamanhos padrão e, no caso de uma janela de dimensão distinto das comuns, é necessário adquirir uma sob indicador.

Persianas horizontais: são capazes de ser de PVC (as que pouco combinam com casas), alumínio (com grande diversidade de cores), madeiro (feitas de fibra natural e de alta qualidade), bambu (ecologicamente corretas) ou blackouts (de poliéster com fundo baço, que bloqueiam a luminosidade natural em 99%). Persianas verticais: são mais comuns em residências, podendo ser de chapa (nesse caso, na momento de uma higienização mais profunda, será preciso remover uma por uma) ou de visão (boas para grandes vãos, comercializadas em fazenda).

 

Melhore site de cortinas e persianas:

Deixe um comentário